A equipe da Diretoria Geral da Receita - II Região Fiscal (II RF Caruaru) recebeu o secretário Estadual da Fazenda, Décio Padilha, na última terça-feira (09.04). O encontro, que contou com o diretor-geral da Região, Daniel Aquino, como anfitrião, teve como objetivo a integração entre os funcionários e a gestão fazendária, e o conhecimento sobre as atividades de todos. 

Em Caruaru, Décio Padilha fez abordagem sobre os principais assuntos tratados em esfera Estadual e no plano Nacional, que passam por Reforma Tributária, Reforma Trabalhista, Programa de Estabilização Fiscal Securitização da Dívida, entre outros, apresentou os números do Estado e falou da importância de cada funcionário da Sefaz: "Preciso de vocês. Carecemos de operar a matriz de custo do Estado, mesmo com todos os desafios que estamos vivendo. Temos horizontes que podem ser alcançados através da austeridade, nos eixos da fiscalização, arrecadação e tributação", afirmou. 

O coordenador da Administração Tributária - CAT, Anderson de Alencar Freire, falou sobre a janela de oportunidades que se abre nesta gestão da Secretaria da Fazenda, se referindo ao novo titular Décio Padilha, que além de já ter ocupado a pasta (há cinco anos), é auditor de carreira e funcionário da casa: "é muito importante termos perto da gente um secretário que nos conhece de muito perto, que é sagaz e que valoriza nossa atividade". 

O diretor Daniel Aquino explicou que, a volta de Décio à 'Casa' e a II RF Caruaru, traz expectativas de muito crescimento: "Nossa equipe está animadíssima e disposta não só a atender, mas superar a meta de crescimento na arrecadação proposta para a Regional, bem como de fazer mais com menos através da otimização dos recursos materiais e humano". 

O gestor caruaruense ressaltou que o secretário agiu rápido ao alterar a Lei Orgânica de Administração Tributária - LOAT, no último dia 18/03 pela LC 403/19 e regulamentada dia 06/04 através do decreto de No 47.273/19, que veio a permitir aos auditores 'novatos' a possibilidade de realizar fiscalizações em estabelecimentos. "Esta medida é muito importante para a casa, pois eles são o presente e o futuro da SEFAZ. Em breve, os auditores mais experientes estarão se aposentando e precisam repassar conhecimento para os mais novos", explicou Daniel Aquino. "Nos cabe viabilizar a alocação de todos na Auditoria de Estabelecimentos - GEAF e promover Capacitações para que o potencial de constituição dos Créditos Tributários da Regional seja multiplicado", completou o diretor.

Durante a visita a Regional de Caruaru, também estavam presentes os diretores de Postos Fiscais e Controle das Fronteiras, Williams da Rocha, de Planejamento e Controle da Ação Fiscal - DPC, Cristiano Henrique Dias, e o de Operações Estratégicas, Luiz Rodolfo Araújo, entre outros gestores, auditores e corpo administrativo da II RF. 


Sefaz Caruaru - A II Região Fiscal (II RF Caruaru) se destaca pelos seus altos índices de arrecadação de ICMS. Com uma média de recolhimento mensal orçada em R$ 100 milhões. A Diretoria, em 2018, superou a meta estipulada de 5% de R$ 1.200 bilhão e alcançou R$ 1.256 bilhão, o correspondente a um crescimento 9,8% em relação ao ano de 2017. "Esses resultados só são possíveis graças ao time da II RF que possui uma grande integração entre as suas diversas áreas", ressaltou o secretário Décio Padilha. 

A II RF Caruaru abrange 94 municípios e alcança cerca de 56.000 contribuintes ativos regulares, sendo 6.000 do regime normal, 17.500 do Simples Nacional, 32.000 microempreendedores individuais e de produtores sem organização administrativa. Para atender essa grande demanda, a Diretoria conta com 93 servidores, sendo 61 auditores e 28 administrativos, distribuídos na Regional em 01 GEAF, 01 GEAFIR e 10 agências da Receita Estadual. 

DSC_3019.JPG