LEI Nº 11.920 DE 29 DE DEZEMBRO DE 2000.

·        Publicada no DOE de 30.12.2000;

·        Vide Lei 11.920/2000, com alterações.

Modifica a alíquota do Imposto sobre a Transmissão "Causa Mortis" e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos – ICD, instituído pela Lei nº 10.260, de 27 de janeiro de 1989, e dá outras providências.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO:

Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º A alíquota do Imposto sobre a Transmissão "Causa Mortis" e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos – ICD, instituído pela Lei nº 10.260, de 27 de janeiro de 1989, a incidir em cada transmissão "causa mortis" ou doação, será de 5% (cinco por cento), relativamente aos fatos geradores ocorridos a partir de 01 de janeiro de 2001.

Art. 2º O Poder Executivo manterá sistema informatizado de forma a permitir o acompanhamento, em tempo real, dos valores referentes ao Imposto de que trata o caput desta Lei, devidamente recolhido.

Parágrafo único. Os recursos recolhidos e que se referem ao Imposto referido nesta Lei terão sua arrecadação disponibilizada por meios eletrônicos (internet) inscritos no balanço geral da receita tributária do Poder Executivo de Pernambuco.

Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a partir de 01 de janeiro de 2001.

Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário, em especial o artigo 1º, da Lei nº 11.413, de 20 de dezembro de 1996.

PALÁCIO DO CAMPO DAS PRINCESAS, em 29 de dezembro de 2000.

JARBAS DE ANDRADE VASCONCELOS
Governador do Estado

SEBASTIÃO JORGE JATOBÁ BEZERRA DOS SANTOS

Este texto não substitui o publicado no DOE de 30.12.2000